Share |

Bloco de Esquerda foi à pesca na Assembleia Municipal de Tavira

 

José Manuel do Carmo, membro do BE na Assembleia Municipal de Tavira, afirmou a urgência da instalação dos apoios de pesca à muito esperados pela comunidade piscatória local.

Por entender que “a pesca é uma atividade a que Tavira deve a imagem cultural da cidade” e que “muito pode contribuir para o desenvolvimento económico local”, o Bloco de Esquerda defendeu na segunda-feira passada, em Assembleia Municipal, a urgência da instalação dos Apoios de Pesca e pediu para ser informado sobre o desenvolvimento deste assunto “tanto mais que o prazo dos contratos com Estado poderá estar a esgotar-se”, afirmou José Manuel do Carmo.

Não tendo obtido qualquer resposta nesta matéria por parte do executivo camarário, o membro do BE na Assembleia Municipal, considera que “Estamos certos que a resposta será dada directamente aos pescadores, agora que fruto da nossa insistência, a questão passou para a ordem do dia”.

Ainda e considerando temer “os piores receios de que o Porto de Pesca não se venha a concretizar”, o Bloco de Esquerda solicitou informação sobre as razões do Governo que impedirão a adjudicação do contrato entre o IPTM e o empreiteiro, que mesmo o IPTM desconhece. O espantoso é, ainda segundo José Manuel do Carmo “sendo uma coisa que todos consideram muito importante, ninguém saber nada do assunto, nem se terem preocupado com isso. Nem o director do IPTM, nem os próprios membros da Assembleia Municipal do mesmo partido do governo (PSD). Vá lá que há Bloco de Esquerda”, afirmou.